01
dez
10

Para todos gostos e desgostos, 2011 está aí!

Eu sou da seguinte opinião: a única maneira de saber se um cantor ou banda é bom mesmo é vendo e ouvindo ao vivo! Concordo que, em pleno século XXI, a tecnologia tem causado a ascensão de muitos artistas através da produção audiovisual, principalmente visual.  Telões, luzes, elevadores, brilhos, fogos, faíscas e todas as parafernálias possíveis, no bom sentido da palavra.

Falando em ascensão, mesmo com problemas gritantes de estrutura social, o Brasil está se desenvolvendo, mesmo que mascaradamente. Os eventos culturais que o país está recebendo – e que, para a classe B, C e D só são possíveis de marcar presença através do que chamamos de cartão de crédito – são de primeiríssima qualidade. Há eventos para todos os gostos e desgostos em 2011.

A começar pela incerteza. Quando falo de “não certeza”, me refiro à mulher magricela, de “colméia” na cabeça e com a voz que revisita as Shangri-Las. Estou falando de Amy Winehouse. Pela primeira vez no Brasil, Amy fará shows em Floripa (8), Recife (11), Rio de Janeiro (13) e São Paulo (15) – todos em janeiro. Falei de incerteza porque Amy “Casa do Vinho”, ou da “cocaína” – e isso é uma pena, é uma mulher um tanto instável. A voz é exímia, mas depende das atitudes de Amy horas antes do show. Ela consegue acabar com suas apresentações e com a alegria de muitos fãs. Resta torcer e esperar que ela faça um show de forma sóbria!

Músicas da Amy Winehouse que eu indico: You know I’m no good, Tears dry on their own, Rehab

Deixamos a colméia de cabelo, ou cabelo de colméia, a belíssima voz à lá R&B e progridamos, ou regressemos, na opinião de alguns, para a música alternativa. O Paramore vem ao Brasil. Hayley Williams e seus amigos pousam por aqui em fevereiro para apresentações em Brasília (16), Belo Horizonte (17), Rio de Janeiro (19), São Paulo (20) e Porto Alegre (22).

É a segunda vez no Brasil. A banda, que começou abrindo shows para o Simple Plan, atualmente é uma das mais bem sucedidas no cenário pop / alternativo com direito à apresentações em grandes eventos musicais. E Hayley é (por enquanto ?) figura de destaque: fez sucesso cantando junto do rapper B.O.B. a música Airplanes, na qual eu indico o clipe!

Músicas do Paramore que eu indico: That’s what you get, Crushcrushcrush, Brick by boring brick, Ignorance, The only exception, Playing God.


A próxima apresentação que segue, confesso que eu não conheço muito. Andei pesquisando sobre o LCD Soundsystem e sei que é um projeto de música eletrônica – pelo que percebi é bem psicodélico – do produtor nova-iorquino James Murphy. Mas, pelo pouco que eu ouvi, pude notar que o LCD Soundsystem mistura o que o psicodelismo mais tem: o nonsense.  Além disso, uma mistura homogênea de punk rock e pop. Em alguns momentos, confesso que me lembrei de Killers e Franz Ferdinand ao ouvir LCD. E não falei isso por acaso. Fui baixar músicas da banda e encontrei o Franz Ferdinand fazendo cover da música All my friends do LCD Soundystem.

A banda passa pelo Brasil em fevereiro com apresentação confirmada somente em Porto Alegre (20). Sabe-se que haverão apresentações em São Paulo e Rio de Janeiro, mas sem ordem definida ainda: serão os dias 17 e 18. Os shows contarão com os sucessos mais recentes do álbum This is happening.

Mesmo sem conhecer muito, indico algumas músicas do LCD Soundsystem que eu gostei: Bye bye bayou, All my friends, Drunk girls.

Outra atração é como uma dama de ferro: continuamente conquistadora e indestrutível para quem gosta.  Refiro-me ao Iron Maiden que vem ao Brasil para sete apresentações entre março – dia 26 em São Paulo, 27 no Rio de Janeiro e 30 em Brasília – e abril – Belém (1), Recife (3) e Curitiba (5). A última passagem da banda nas terras tupiniquins foi em 2009. Confesso que não gosto e nem desgosto deles. Sei da importância histórica e gosto da voz do Bruce, mas, para mim, Iron Maiden é chuchu, como diz meu amigo.

É fato que o Iron Maiden lota estádios e é uma grande banda – não há discussão. Mas, para mim, Iron é isso: Fe2O3 + 3H2O ==> 2 Fe(OH)3, ou seja, oxidação do ferro. Concordo que eu não posso falar muito sobre eles, visto que o estilo da banda não é o que eu mais costumo ouvir ou conhecer, mas esse é o reflexo do Iron: um espelho oxidado. E essa também é a opinião de muitos fãs da banda.

Do último álbum do Iron Maiden, The Final Frontier, indico: El Dorado, Mother of mercy (uma que parece ser diferente do que eles costumam produzir), When the wild wind blows etc.

O grande, e que isso não fique entre parênteses, ex-líder do Black Sabbath, Ozzy Osbourne, se apresentará em março – dia 30 em Porto Alegre – e em abril – São Paulo (2), Brasília (5), Rio de Janeiro (7) e Belo Horizonte (9).  O “príncipe das trevas” vem divulgar seu último álbum, Scream. A primeiríssima divulgação foi a das mais engraçadas possíveis; veja: http://www.youtube.com/watch?v=sY9PeJOZpeA

Do último álbum do Ozzy, Scream, indico:  Diggin’ me down, I love you all (bem diferente!), Let it die e a melhor do álbum, Time.

Com a turnê 360º e uma mega produção com direito a painéis em LED  e 50 metros de altura de uma estrutura de aço sobre o palco, o U2 se apresentará no dia 9 de abri em São Paulo. A abertura é uma das melhores: Muse.

Assistir ao show do U2 é algo para contar para seus filhos. Não tem o que falar. Aqui mesmo já indico os clássicos:  Bloody Sunday, Pride (In the name of Love), Beautiful Day, Vertigo, Magnificent etc.

Se você for ver o Bono Vox e companhia – verá na estrutura acima – também poderá assistir ao show dos britânicos do Muse.  Rock alternativo dos bons, a banda lançou, recentemente, o álbum The Resistence. Como sempre acontece, o Muse inova e compõe letras repletas de críticas (des)apercebidas. É um grupo que, por si só, lota estádios em alguns lugares do mundo.

São frequentemente comparados ao Radiohead e ao The Killers. É fato que há semelhanças, mas eu, particularmente, enxergo o Muse uma banda que arrisca muito mais em composições, ritmos e riffs de guitarra imprevisíveis.

Músicas do Muse que eu indico: a mais conhecida Supermassive black hole, Uprising, Resistence, Knights Of Cydonia, Exo-politics etc.

Formada pelos suecos Marie Fredriksson e Per Gessle, o Roxette é aquela banda que todo mundo já ouviu e não se lembra, basta escutar o sucesso It must have been love. É uma dupla clássica que, mesmo com o auge nos anos 80 e 90, sempre será lembrada pela crítica e por muitos fãs, principalmente os mais velhos ou os que apreciam músicas românticas e “bonitinhas”, mas com belos arranjos de som e voz.

As apresentações acontecem em abril nos dias Porto Alegre (12),  São Paulo (14),  Rio de Janeiro (16) e Belo Horizonte (17).

 

Músicas do Roxette que eu indico:  Listen to your heart, It must have been love, The look, How do you do? etc.

 

Rock In Rio.

Se você é brasileiro e se utiliza, nem que for um pouco, de qualquer meio de comunicação – nem que esse meio seja um ser humano -, sabe que o Rio de Janeiro receberá novamente o Rock In Rio.

Apresentações confirmadas: Metallica, Motorhead, Coheed and Cambria, Sepultura, Angra, Red Hot Chili Peppers, Coldplay, Snow Patrol, Skank e Capital Inicial.

Várias atrações ainda serão confirmadas. Há especulações fortes sobre Lady Gaga para um dia pop. A agenda da cantora para o ano que vem não condiz com essa informação, mas o Rock In Rio é um evento grandíssimo, então, surpresas podem acontecer – seria uma entrada triunfal para a “monstra”. Também está na língua da galera o Foo Fighters e o Blink182.

Mais informações, no site: http://www.rockinrio.com.br/

Falo sobre as bandas do Rock In Rio em outra oportunidade, afinal, teremos tempo para isso.

Como eu escrevi, há apresentações  para todos os gostos e desgostos! Bons shows!

@misaelmainetti

 

Anúncios

3 Responses to “Para todos gostos e desgostos, 2011 está aí!”


  1. 2 de dezembro de 2010 às 9:11 am

    Ontem quando me disse que precisou fazer uma grande pesquisa, eu não imaginei que fosse tão grande assim! tenho certeza que demorou muito para escrever este texto e para obter todas essas informações. E o resultado não poderia ser diferente: um texto bem redigido e com informações precisas. Como você mesmo disse o primeiro semestre de 2011 está recheado de atrações para todos os gostos e isso é muito bacana, mas como você também disse há tanta desigualdade em nosso país e estamos mascarando! Não sou hipócrita, quero ir a bons shows, mas há tantas coisas que poderiam ser feitas com essa grana que rola no showbusiness.Enfim. Parabeéns e mais uma vez me sinto orgulhosa de poder dizer que é meu amigo!
    Eu quero ir no Paramore, talvez no U2 e pelo menos em um dia do Rock in Rio.
    Beijos

  2. 2 gabytheodoro
    2 de dezembro de 2010 às 2:08 pm

    Não só de futebol e carnaval vive o Brasil. Não só de Pelé e mulatas com presença vive o Brasil. Hoje, pode-se afirmar que o Brasil também vive da música.
    Mesmo com as desigualdades, mesmo com ‘problemas gritantes’, agrada-me ver que o Brasil está oferencendo-nos oportunidades de ‘primeiríssima qualidade’, mesmo apesar, como tu mesmo mencionou, de ter esse acesso por intermédio de um cartão de crédito [ahh, nada como um cartão de crédito]. Infelizmente é essa a realidade. Mas uma vez ouvi dizer que a felicidade está nas coisas em que gastamos com a finalidade de compartilhar bons momentos com os nossos amigos, familiares. E não é que é verdade? Esse ano tive a oportunidade de ir a um show pela primeira vez [e que show!], que só foi possível por intermédio de um cartão de crédito, e vivenciei um dos melhores momentos de minha vida! A expectativa, o arrepio no corpo inteiro ao ouvir a plateia interagindo com a banda. Não há palavras que descreva essa emoção. E convenhamos, por que não gastarmos um pouco com cultura? Com arte?
    Parabéns pelo seu post, não há maneira melhor de se expressar como tu fizestes.
    Ahh…quanto a minha escolha? Não vou mentir, tenho certa curiosidade em assisti a um show da Amy, mas quanto a ser bom ou não, dependerá só dela mesmo. Quanto aos outros, vou ficar com as escolhas da Naty, gostaria de ir no Paramore, U2 e ‘pelo menos em um dia do Rock in Rio’.

  3. 2 de dezembro de 2010 às 3:30 pm

    Mano. Muito louco tanto a quantidade e qualidade dos shows quando o que tu escreveu.
    Ficou muito bom.
    Mesmo não gostando de 95% das bandas citadas fiquei com vontade de ir.
    Gostaria de ir no MUSE e PARAMORE.
    uhuu
    Vamo que vamo manoo
    abrazz


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Vanguarda

dezembro 2010
S T Q Q S S D
« nov   jan »
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Twitter

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

Fucking visits

  • 20,343 hits

É importante: Planeta Terra e sustentabilidade


%d blogueiros gostam disto: