09
ago
10

Amor e Ódio

Muito me espantou o que eu assisti no fim de semana: Love the way you lie, música do Eminem em parceria com a Rihanna. O vídeo é singular em causar uma emoção forte dentro do peito – pelo menos no meu peito.

Sou suspeito para falar, afinal, sempre gostei das músicas do Slim Shady (entenda Eminem, seu apelido). Lembro-me de ter treze ou catorze anos e comprar meu primeiro cd original: The Marshall Mathers LP – com os sucessos Stan, em parceria com a Dido, The Real Slim Shady, My Name Is etc.

Mas, voltemos a falar de Love the way you lie. Antes, é preciso contextualizar tudo – sim, esse clipe merece um artigo, uma coluna, uma matéria! Eminem já foi casado. Sua ex-mulher, chamada Kim, rendeu vários problemas ao rapper. Como diz minha mãe, só quem dorme junto da pessoa é que sabe o que se passa, mas sei que Eminem apontou uma arma para o amante dela, o que lhe rendeu processo, prisão e tudo mais – fora as outras polêmicas envolvidas com o rapper. Também sei que era um casal problemático! Se houve agressão, não sei! Mas não me espantaria em saber! Só acredito que Love the way you lie confirma isso! O casal tentou voltar há algum tempo, mas não deu certo. O que é confirmada é a felicidade do fruto desse casamento: a filha de Eminem! Curiosidade: ele adotou uma outra criança!

E, então, cria-se uma música com letra “agressiva” e intrigante – sobre tapas e beijos, como cantaram uma vez Leandro & Leonardo (risos). A convidada para o dueto: Rihanna! Contexto: Rihanna foi agredida pelo ex-namorado, o rapper Chris Brown, que pagou multa e anos de serviço social. O convite não foi à toa! Oportunidade para “cutucar” Chris Brown mais uma vez e remeter ao passado sua “eterna efêmera” dor!

Pois bem, que letra intrigante! A canção começa com a voz, bem afinada e “gostosa” de ouvir, de Rihanna, soando à masoquismo puro:

Só vai ficar aí e me ver queimar
Mas tudo bem porque eu gosto do jeito que dói
Só vai ficar aí e me ouvir chorar
Mas está tudo bem pois eu amo o jeito que você mente
Eu amo o jeito que você mente

E, então, entra o Slim Shady, com sua voz exclusiva – que me dava saudade de lembrar dos tempos de The Eminem Show – e deixa escapar desabafos entalados na garganta!
[…] e quanto mais eu sofro, mais eu amo / Eu me sufoco / Não posso amortecer a queda, estou prestes a me afogar / Ela me ressuscita / C*r*lho ela me odeia e eu adoro isso / […] Eu sou o Super-homem, com o vento nas costas / Ela é a Lois Lane!

Parece bobo ou idiota quando ele cita Super-homem e Lois Lane, mas quem entende um pouco do assunto sabe o quão profundo essa frase é! Essa música é “masoquismo” puro; funde amor e ódio em situações da vida real! “Fuça” no íntimo das relações humanas, principalmente das conjugais! Pode parecer exagero meu, mas, quem viu o clipe, não viu só uma vez!

O clipe é incendioso, literalmente! A atuação, digo (ou digamos) “perfeita”, absolutamente foi a diferença! Antes de falar da atuação, falemos da produção, da técnica! A produção ficou a cargo da Aftermath Records e foi dirigido por Joseph Kahn, que já trabalhou com nomes como Lady Gaga, 50Cent e Gwen Stefany! O clipe, muito bem dirigido, tem uma fotografia interessante, bem ambientada naquelas “casas de madeira” dos Estados Unidos – quase senti o cheiro da madeira (exagero)!

O fogo, que queima no Eminem e nos atores (e não sei o porquê não queimou na Rihanna também), foi o efeito especial do clipe que mais chamou atenção, sem dúvida! Da raiva e do amor brotou fogo na pele das personagens! Além das personagens, como não poderia deixar de ser, a “casa do casal” (que sonido feio) pegou fogo! Também pudera, se as personagens pegam fogo, quanto mais a casa!

Falando em fogo, que presença feminina no clipe! Duas “beldades”, dois “brotos”. Rihanna na voz e Megan Fox em uma atuação um tanto rebelde e quente! Parecia mesmo real aquelas cenas de amor e ódio. Em um momento, os dois se beijando, quase já na ativa. No outro momento, o casal se batendo, se espancando! E a atuação do Dominic Monaghan, do não mais seriado Lost (risos), não ficou para trás e atuou de modo exclusivo! Ele mesmo diz que ele e Fox tantaram viver Eminem e Kim. De fato, conseguiram!

Será que eu estou de frente ao clipe do ano? Para muitos, não! Para outros “muitos”, sim! Para mim, se não for a música ou o clipe do ano, algo muito bom terá que surgir, pois, até agora, não vi nada igual! Música e clipe – inigualável, intenso, ímpar!

Anúncios

3 Responses to “Amor e Ódio”


  1. 1 Fabi
    9 de agosto de 2010 às 1:59 pm

    “Música e clipe – inigualável, intenso, ímpar!”[2]

    Mexeu! E mexeu feio comigo!

    Melhor indicação a ‘la Misael’ até hoje..

    Vai..não pare..continue a me surpreender!!!

    TE AMO!

  2. 2 Ana Flávia
    9 de agosto de 2010 às 8:46 pm

    Esse concerteza é o clip do ano ! 🙂

    Sempre gostei das musicas do Eminem, mas essa com a participação da Rihanna, ganhou pontos…

    e parabéns pelo wordpress… muito show mesmoo

  3. 3 Cadu
    12 de agosto de 2010 às 10:42 am

    Muito boa sua opinião sobre o clipe. Fiquei com uma vontade enorme de assisti-lo.
    Conselho add o link do clipe no texto

    Abçs

    Misa


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Vanguarda

agosto 2010
S T Q Q S S D
« jul   set »
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031  

Twitter

Fucking visits

  • 20,501 hits

É importante: Planeta Terra e sustentabilidade


%d blogueiros gostam disto: